domingo, 6 de junho de 2010

Desastre sobre rodas. Bambara.


É ótimo sair de casa, ir a um restaurante aproveitar o dia ou a noite, mas não é sempre que rola fazer isso, tem dias que tudo ta corrido ou só falta animo para se deslocar. O lance é que a fome mais tempo, menos tempo chega! Você olha para um lado, olha para o outro e pensa, nossa, se não estou disposto a ir ao restaurante, quem dirá parar na cozinha para fazer alguma coisa, aí entra a comodidade moderna, se antes era preciso caçar e plantar para comer, hoje basta ter um telefone ou um computador conectado à internet. Santo delivery.

Senti vontade de lasanha, uma lasanha quatro queijos. Ah se arrependimento matasse, nossa! Liguei para o primeiro restaurante, chamou e ninguém atendeu. Tentei o segundo e foi a mesma coisa, no terceiro eles não serviam de dia, tentei um site de busca telefônica da cidade e nada de opções, lembrei de um perfil no Orkut que oferecia esse serviço, quando encontrei o bendito, descobri q não haviam fotos, comentários... mais nada, logo desconfiei que teria algo errado e desisti antes de tentar. Quase 14 horas e eu há mais de 24h sem comer, parei de avaliar as coisas e fui pratico no sentido de resolver o problema, localizei o telefone, disquei e do outro lado da linha veio a voz, depois da terceira tentativa, Bambara boa tarde.

Sabia que a desgraça pode vir de garfo e faca? Pois é, uma hora e vinte minutos depois, a comida chegou, paguei a módica quantia de R$29,40 por uma lasanha tamanho que vem em uma marmitex [120x160mm – 500ml], abri já meio desempolgado, a verdade é que marmitex me desempolga mesmo, e aí estava lá a massa, corada, do jeito que gosto, porém eles montaram a lasanha até o topo da vasilha e quando fecharam para entrega, pressionou, fazendo com que o queijo derretido virasse uma massa sem textura, o aspecto ficou horrível.

Servi uma talhada, coloquei um pouco de parmesão e experimentei, caramba... o sabor, que sabor tinha? Sem contar o fato de que chegou muito fria, tive que por 40 segundos no microondas para dar uma leve aquecida, ignorei qualquer experiência de paladar e fui matar a fome, a esse propósito a comida serviu, mas só isso mesmo, matar a fome. E sabe o que acho mais triste, já foi um dos meus restaurantes preferidos, anos e anos eu ia lá, enfim... acabou! Sem recomendação, sem estrelas, sem qualquer referência positiva, é uma pena.

4 comentários:

Coisinhas míudas disse...

Gosto muito do Bambara. Não tenho nada do que reclamar. A comida é boa, higiene, atendimento... Acho que estamos sujeitos mesmo a "desastres" quando se trata de delivery, e infelizmente como não temos muitas opções de restaurantes então acabamos pedindo e pedindo nos mesmo lugares.
Adorei o blog!Venho visitar e opinar, sempre.

Ivanei Ivanov disse...

Achei emocional demais teu julgamento neste post, com certeza o Bambara deve ter pontos positivos que você não relacionou, por conta de ainda estar frustrado com esta experiência.
Talvez você devesse ter terminado a degustação das tuas impressões antes de tê-las compartilhado.

Detalhe para os marcadores "comida, comida feia, comida ruim, péssimo, Restaurante, ruim, sem paladar"
hahaha bem direto.

Bem bacana o blog, visual clean, texto fluido, vou favoritar aqui.

Abraços

Halff disse...

De fato os comentários são emocionais. Para mim, paladar é emoção! As três ultimas vezes que fui ao restaurante, foram um desastre. Fiz a tentativa do delivery e foi pior ainda. Ser bom é obrigação de um estabelecimento, não me cabe ficar buscando pontos positivos, quando os negativos são incontáveis!

Anônimo disse...

Já comigo foi diferente! Minhas experiências com o Bambara foram todas positivas.
Eu acho que vc tá "cagado" de urubu...rsrsrsrs
Mas parabéns pelo blog.